Empresas de 4 maneiras usam o IoT para alimentar uma economia baseada em dados

Empresas de 4 maneiras usam o IoT para alimentar uma economia baseada em dados
Author

Ronald Van Loon

Last updated August 17, 2017


  • 843 Views

Por este ponto, a maioria de nós está acostumada a dispositivos e wearables inteligentes, como os Jawbones e Fitbits que usamos e vemos todos os dias. Também vimos o conceito de casas inteligentes se tornar realidade, com dispositivos que sincronizam tudo, desde refrigeradores e sistemas de segurança até termostatos e alto-falantes. Nós até vimos fazendeiros classificar e rastrear seus rebanhos de ovelhas com a ajuda de dispositivos RFID montáveis.

Cada elemento físico ao nosso redor (incluindo nós mesmos) tornou-se parte de um todo real e rítmico - comunicando informações uns com os outros em todos os momentos. Tudo graças à Internet das Coisas (IoT)!

Desde que a IoT se transformou em realidade, a integração do mundo físico com o digital, especialistas e líderes de pensamento, esperou que ele se apossasse da economia elusiva baseada em dados.

Parece que a espera finalmente acabou.

Bem-vindo à Internet Industrial das Coisas (IIoT). Este é um conceito tornado realidade, que está se preparando para mudar o quadro tradicional da produção industrial nos próximos anos.

Internet industrial das coisas - o que é isso?

A IIoT é a Internet das Coisas aplicada em ambientes industriais, que combina tecnologia operacional com tecnologia da informação para ajudar a otimizar processos industriais e modelos de negócios.

O protocolo de comunicação é o mesmo; o objetivo é o mesmo - facilitar o compartilhamento de informações para executar melhores tomadas de decisão -, mas a plataforma é industrial.

IoT: inspirando inovação e alimentando uma economia baseada em dados

Com base nas primeiras evidências que indicam que a IoT é uma pegada no contexto da transformação industrial, as iniciativas de inovação em diferentes linhas operacionais no nível do setor podem ser resumidas da seguinte forma:

  • Relatório de gerenciamento aprimorado

Agora, as unidades de fabricação podem se comunicar entre si por meio da implantação do sistema IoT soluções, a análise das métricas de desempenho das instalações pode ser realizada em tempo real. Os executivos da administração também podem resolver o monitoramento do desempenho para os níveis de chão de fábrica, o que ajuda a fornecer informações reveladoras sobre a fabricação.

Isso leva a relatórios de gerenciamento aprimorados.

Considere, por exemplo, a gigante da manufatura Caterpillar: A empresa implantou o sistema SAP Leonardo, uma tecnologia da IIoT, em todas as suas instalações de operação. O sistema fornece informações em tempo real sobre dados de fabricação, dados de utilização de energia, desempenho da máquina e dados sobre os consumíveis de produção. Combinando por completo, os executivos da empresa podem ter uma visão de 360 ​​graus dos processos de fabricação, o que leva a uma melhor tomada de decisão tática.

  • Melhoria das eficiências operacionais

Para uma empresa, a eficiência operacional é tão importante quanto a rotatividade de produção. Você pode ter uma alta rotatividade de produção, mas se sua organização for ineficiente em suas operações, a falta de eficiência acabará restringindo seu crescimento. A IoT permitiu que as empresas melhorassem sua eficiência operacional, porque as informações podem ser comunicadas em tempo real entre diferentes unidades de produção.

Isso ocorre na otimização de processos para obter eficiência operacional.

A BASF, fabricante líder de produtos químicos, aproveita a implementação da IoT para obter eficiência em suas operações por meio de uma nuvem de IoT, que permite que as unidades de fabricação comuniquem seus requisitos com um departamento de planejamento de produção. Quando os componentes de produção são planejados e comprados de acordo com as unidades de fabricação necessárias, o risco de investimento é reduzido e o planejamento avançado do custo de produção é possível.

As instalações de armazenamento se comunicam com a produção e a cadeia de fornecimento, o que ajuda a regular as operações para reduzir o custo de armazenamento, sem comprometer a facilitação do cliente. Este tem permitiu que a BASF buscasse a excelência operacional.

  • Melhor tempo de resposta a falhas

A IoT também está abrindo novas possibilidades para mitigar o risco de falhas operacionais e melhorar o tempo de resposta a falhas nos casos em que as operações se desintegram. Isso foi possível porque as máquinas podem trocar informações umas com as outras. Dependendo da análise das informações recebidas, essas máquinas podem criar automaticamente solicitações de serviço, agendar manutenção e garantir a entrega pontual de peças de reposição que precisam ser substituídas.

Liderar a inspiração, neste caso, é a Trenitalia, principal operadora de trens da Itália. A empresa implantou um sistema de gerenciamento dinâmico que monitora continuamente a integridade de cada componente do trem e pode agendar protocolos de manutenção em tempo hábil. Isso também garante operações de serviço ininterruptas.

  • Melhores níveis de atendimento aos clientes

O atendimento ao cliente é outra área em que a IoT está ajudando funcionários e executivos administrativos. A IoT permite visibilidade de ponta a ponta das informações em tempo real em todas as linhas de produção, o que ajuda a otimizar a utilização de ativos críticos. Isso garante a facilitação oportuna das solicitações do cliente.

O Truck Advisor é um ótimo exemplo nesse contexto. É um aplicativo móvel usado por empresas, incluindo a Unilever, e aproveita o poder de uma plataforma de nuvem, permitindo que a organização acompanhe sua frota de caminhões de entrega, sem precisar instalá-los em um dispositivo GPS integrado.

Com a ajuda do aplicativo, a empresa pode rastrear a posição geográfica de cada caminhão, monitorar as paradas e o status da entrega, prever com precisão atrasos de entrega e estabelecer uma comunicação de dois níveis com os motoristas. Com um conjunto de dados tão vasto disponível em tempo real, a empresa pode criar estratégias paralelamente para garantir que as entregas aos clientes sejam pontuais e atendam a todos os requisitos. requisitos.

Esses exemplos apenas arranham a superfície de possíveis cenários de aplicativos para o IIoT. Mas eles são suficientes para apoiar a afirmação de que a IoT é útil para conceber uma economia baseada em dados e estabelecer uma base sólida com novas aplicações e resultados sem precedentes.

Você está se preparando para trabalhar em funções de Big Data no setor? Dê uma olhada nesses cursos populares de Big Data para obter o conhecimento e as habilidades relevantes que ajudarão você a expandir sua carreira neste domínio.

About the Author

Ronald is named one of the 3 most influential people in Big Data by Onalytica. He is also an author for a number of leading big data & data science websites, including Datafloq, Data Science Central, and The Guardian, and he regularly speaks at renowned events.

Recommended articles for you

Spark vs Hadoop - All You Need To Know

Article

Everything You Need to Know for a Hadoop Developer Interview

Article

How to become a Big Data Hadoop Architect - Learning Paths E...

Article